Perfis ao viajar a trabalho: você é Obama, Gandhi ou Safadão?

Descubra os perfis ao viajar a trabalho e como lidar com cada um

Já passou pela sua cabeça que existem diferentes perfis ao viajar a trabalho que podem influenciar em suas viagens corporativas?

Fernão Loureiro, Gerente Regional Estratégico de Viagens na Philips LATAM, foi um dos palestrantes do 7° Fórum Costa Brava, que falou sobre o assunto – visite seu blog aqui!.

Como equilibrar a balança das necessidades da empresa com o perfil dos viajantes? O profissional nos conta características marcantes e como gestores devem lidar com elas, associando-as a personagens bastantes conhecidos do grande público.

Viajar a trabalho: conheça os perfis de viajantes e como lidar com cada um deles

Viajar a trabalho: conheça os perfis de viajantes corporativos

  • Viajante Obama – Yes, we can!

Se ao viajar a trabalho, você se depara com um viajante politizado, totalmente antenado com as novidades, aplicações, funções e muito experiente… Este, com certeza, é um viajante Obama.

Como característica, ele é o que diz: “Yes, we can!“, com uma postura bastante afirmativa.

Conhece os horários de voos, configurações das aeronaves, recepcionistas de hotéis, entre outros.

Para lidar com o viajante: O ideal é se preparar muito bem para lidar com este perfil. Assuma uma postura firme e faça ele entender, como gestor, você possui autoridade no assunto, embora respeite e leve em consideração as opiniões e sugestões trazidas por ele.

  • Viajante Mahatma Gandhi – Líder da resistência pacífica

Um perfil que conhecemos ao viajar a trabalho é o Mahatma Gandhi. Costuma ser bastante resistente quanto às mudanças de regras ou processos.

É um perfil que, geralmente, torna complicada a gestão. Costuma disseminar a resistência de maneira pacífica, dificultando as ações mitigatórias.

Como lidar com o viajante: Integre as opiniões dele nas decisões, e justifique com consistência aquilo que ele sugerir e não puder ser atendido.

Com qual perfil de viajantes você mais lida no seu dia a dia?
  • Viajante Wesley Safadão – 99% anjo, perfeito, mas aquele 1%…

Fernão também explica que é comum termos o viajante que é cumpridor de seus deveres e altamente produtivo.

Mas, ao menor problema, o gestor deve interromper qualquer atividade para resolver, já que costuma ser um viajante que “faz barulho”.

Como lidar com o viajante: O ideal para esse perfil é estar sempre próximo e atendê-lo com urgência, já que ele costuma pedir ajuda somente quando ela é necessária.

  • Viajante Ivete Sangalo – “Levantou  poeira!”

Esse viajante, segundo o profissional, costuma ser bastante compreensivo e pragmático. Não oferece resistências a mudanças e também não se deixa contaminar com viajantes mais negativos, sendo inclusive apoiador informal da área de Viagens.

Como lidar com o viajante: É fácil de trabalhar. O ideal é sempre atendê-lo bem e não forçar o relacionamento. As coisas fluem normalmente. Portanto, poupe sua energia para os outros perfis de viajantes.

  • Viajante Caco Antibes – “Tenho horror a pobre!”

Este perfil costuma ser o terror do controle de custos de viagens corporativas.

Geralmente, tem grandes problemas para viajar, pois não gosta de embarcar na classe econômica e se hospedar em hotéis 3 ou 4 estrelas. Por isso, quase sempre ultrapassa os orçamentos e limites estabelecidos. Além do que, pelo excesso de negatividade, atrai dificuldades que não deveriam existir.

Como lidar com o viajante: Fique de olho! Com este perfil é preciso acompanhar todos os processos com o máximo de zelo, bem como emitir relatórios completos que detalhem seus gastos.

A política de viagens neste caso é uma forte aliada, já que você precisará de uma fonte de autoridade para se impor.

Gestão de perfis ao viajar a trabalho

Uma boa dica para lidar com tantas características de viajantes é contar com uma empresa com profissionais especializados e qualificados, como a Costa Brava Viagens e Eventos.

Por meio de uma boa gestão é possível saber como agir em diferentes situações, mesmo com personalidades e perfis tão distintos.

Quer saber como? Acompanhe nosso blog e entre em contato conosco para tirar suas dúvidas!

(Por Fernão Loureiro)

Case Ticket Log: Comprar passagens com agência?

 

Viagens a negócios é um desafio a você?

Para a empresa Ticket Log também era! Apesar do porte e da quantidade de viagens corporativas, havia um grande obstáculo em negociações comerciais.

Mas, ao conhecer as soluções e expertise da Costa Brava, a empresa saiu à frente.

Confira o Case de Sucesso Ticket Log: Por que comprar passagens aéreas com uma agência de viagens corporativas?

Acompanhe o passo a passo da implantação dos nossos serviços em conjunto com a Ticket. Aqui, você verá:

  • Sobre a Ticket Log;
  • Os desafios enfrentados;
  • As soluções oferecidas;
  • Os resultados obtidos,
  • E muito mais!

Ou seja, confira tudo sobre essa parceria de sucesso e como você também pode obtê-la!

 

O Brasil no Século XXI: como fazer seu negócio se destacar

O Brasil no Século XXI: como repensar relacionamentos pode nos tornar líderes

Você já parou para pensar sobre o Brasil no Século XXI? Somos, atualmente, o país da cordialidade. Mas como serão os próximos passos nos relacionamentos entre colaboradores e clientes para nos tornar líderes e destacar nossos negócios?

O tema “Reputação e o Brasil do século XXII” foi a palestra de encerramento do 7° Fórum Costa Brava, ministrado pela Presidente da rede Blue Tree Hotels, Chieko Aoki. Nossa palestrante é conhecida no mercado de Turismo como a “Dama da Hotelaria”!

Durante o evento, Sra. Aoki levantou informações e questionamentos sobre as mudanças que estão acontecendo no Brasil e no mundo, e que podem impactar na maneira de fazer negócios.

O Brasil no Século XXI: Como repensar a maneira de fazer negócios

O Brasil no Século XXI
Como repensar a maneira de se relacionar pode tornar você um líder

Há um grande avanço em relação ao bem-estar individual e coletivo nos negócios. Além disso, cada vez mais as empresas estão repensando o modo de relacionamento entre colaboradores e clientes.

Por isso, Sra. Aoki destaca que o Brasil pode ser um líder mundial e oferece ensinamentos para destacar negócios. Veja conosco:

1. Parcerias duradouras

Obter fortes parcerias entre colaboradores, clientes e fornecedores é uma das melhores maneiras de alavancar seus negócios neste século.

Cada vez mais o sucesso está baseado no poder de negociação de uma boa parceria. No caso de agências de viagens, por exemplo, este é um dos principais pilares para uma gestão completa e eficiente.

2. Relacionamentos interpessoais

Como você e sua empresa se comunicam atualmente? Este é outro ponto importantíssimo na busca pela excelência no atendimento de seus clientes.

Com bons relacionamentos, se constroem alianças duradouras entre clientes, colaboradores e fornecedores. Além de conquistar mais espaço e sair à frente da concorrência.

Segundo a “Dama da Hotelaria”, laços fortalecem a reputação!

3. Bem servir + Bem receber

Em japonês, Omotenashi pode ser traduzido como “hospitalidade”. E é neste conceito que a especialista se baseia para o sucesso e a liderança brasileira no próximo século.

Esta é uma filosofia focada em entreter convidados/clientes com o coração. Neste caso, todas as necessidades dos clientes são antecipadas e tratadas de maneira atenciosa.

E, como gentileza gera gentileza, o Japão se tornou um dos países mais educados do mundo.

É neste conceito que sua empresa deve se basear para oferecer sempre o melhor aos seus clientes e colaboradores.

Profissionalizando o jeito brasileiro para o Brasil do Século XXII

O Brasil possui todas as ferramentas e características para se tornar um líder no século XXII e fazer com que seu negócio se destaque.

Somos uma cultura acolhedora, espontânea, alegre e focada no bem servir. Por isso, a profissional destaca que ao profissionalizar esse “jeitinho brasileiro” – que não deixa de ser um retrocesso da forma como é usado, o país pode tornar-se pioneiro em liderança nos próximos anos.

É por aí? Como a cultura de sua empresa está beneficiando seus negócios? Pense bem em conceitos como esses apresentados e saiba como se destacar daqui para frente!

Viagens Corporativas em Logística e Transporte

Desvende o cenário atual, perspectivas e como reduzir gastos nestes segmentos de Logística e Transporte.

Para isso, confira um e-book em que você verá:

– Principais desafios e forças dos setores, com dados atuais das maiores empresas do mercado;

– Tendências até 2018 em ambos segmentos, com informações sobre investimentos privados e públicos;

– Como a crise política e econômica afeta os segmentos, quais os resultados esperados e como gerar lucros

– Quais são as soluções em Logística e Transporte para diminuição de gastos e potencialização.

Clique aqui e acesse este material exclusivo ou veja abaixo:

Mercado Global ou Local: onde atuar com gestão de viagem?

Saiba como a atuação no mercado global pode ser eficiente para empresas ao redor do mundo

Parcerias com o mercado global ainda valem a pena? Há benefícios ou dificuldades do atendimento local?

Se você ainda está em dúvida sobre esse tipo de gestão, pare tudo o que está fazendo e acompanhe conosco.

Durante o 7° Fórum Costa Brava, a Diretora da Radius Travel na América Latina, Maura Allen; a Gestora de Viagens da Honda, Marina Shimada; e o Gestor de Viagens e Eventos da Accenture, Ronaldo Linares, falaram sobre o assunto.

Optar por um mercado global é a melhor maneira de obter soluções multinacionais.

Ou seja, com este gerenciamento é possível ter uma visão total de custos, oportunidades de economia, maior eficiência, gestão de risco e qualidade de atendimento.

Veja vantagens dessa atuação!

mercado global
Tenha uma gestão de viagens no mercado global

Diferenças entre os mercados

  • Local: Focado em atender apenas uma localização específica;
  • Regional: Responsável por ações em seu país/região,
  • Global: Como o próprio nome diz, aqui o atendimento é ao mercado mundial.

O que você precisa saber para uma gestão no mercado global

Em 2016, a Costa Brava Viagens e Eventos tornou-se uma agência global ao firmar parceria com a Radius Travel.

Pensando sempre em ampliar cada vez mais nossos serviços aos nossos clientes, nossa agência aumentou sua estrutura para fornecer serviços de alta qualidade em diversos países.

Por meio de nossa parceria, oferecemos programas de gestão de viagens para multinacionais no mercado global, com atendimento personalizado.

Além disso, a rede possui um Programa Global de Hotéis (um dos maiores no mercado de viagens corporativas), com marcas líderes de hotéis em todo o mundo com benefícios exclusivos para as agências membros da rede.

Com uma gestão de mercado global, é possível obter:

1. Alcance: Está presente em mais de 80 países, com mais de 37 mil colaboradores;

2. Experiência: A performance é ainda melhor com a troca de experiências, tecnologia e relacionamentos;

3. Gestão estratégica: Além dos serviços, oferece uma gestão de risco, com análise de mercado;

4. Visão total dos custos: Com otimização, é possível obter personalização no atendimento exclusivo e maior visão das despesas, gerando economia com inteligência.

Alcance do mercado global com a Costa Brava

Com a Costa Brava Viagens e Eventos, sua gestão pode ser mais ampla e otimizada em função de nossa parceria global.

O atendimento e a personalização ao redor do mundo são ideais para um gerenciamento completo com inteligência e maior conforto!

Conheça nossos serviços, fale com um de nossos especialistas!

Como oferecer a melhor experiência do usuário durante viagem?

É possível proporcionar a melhor experiência do usuário de viagens corporativas com uma gestão inteligente. Veja como!

Imagine melhorar a experiência do usuário de viagens corporativas, otimizando cada vez mais o gerenciamento de viagens…

Essa estratégia foi apresentada em mais uma palestra incrível no 7° Fórum Costa Brava.

O palestrante Fábio Lessa Sacoman, sócio e diretor de Inovação da Consultoria SETA, mostrou aos gestores presentes como a mentalidade de Design Thinking pode ser utilizada para melhorar a experiência do viajante.

Vem com a gente!

Design Thinking para melhorar a experiência do usuário

experiência do usuário
A mentalidade de Design Thinking pode ser utilizada para melhorar a experiência do viajante

Primeiro, tenha em mente que apenas implantar um Online Booking Tool e aplicar uma boa política de viagens já não é mais uma garantia de um programa de gestão de viagens de sucesso.

Atualmente os usuários estão cada vez mais exigentes. E os processos e tecnologias envolvidos têm mudado de forma exponencial.

Dentre as preocupações dos gestores estão:

  • Quem deve comprar;
  • Quais são as regras;
  • Dados e informações essenciais;
  • Roteiro completo;
  • Comunicação entre consultor e empresa;
  • Custos,
  • Mudanças e imprevistos.

Além disso, hoje ele também precisa encaixar em suas tarefas:

  • Controle de orçamentos;
  • Satisfação do consumidor;
  • Compliance e integridade;
  • Relacionamento com o cliente;
  • Qualidade do serviço durante todo o processo de viagem.

Por isso, é preciso se reinventar o tempo todo.

Para ajudar nesse processo, alguns princípios e técnicas básicas de inovação por meio do Design Thinking são soluções ideais!

Como oferecer a melhor experiência do usuário em viagens

Podemos definir design thinking como um processo de pensamento crítico e criativo que permite organizar informações, ideias, além de tomar decisões e aprimorar situações.

Para isso, estar sempre atento às inovações e acompanhar a evolução do mercado é essencial. Assim, a Costa Brava Viagens e Eventos se consolida como uma das melhores agências de viagens do Brasil.

E, ao pensar com princípios de design thinking, conseguimos proporcionar uma gestão mais inteligente e otimizada.

Princípio 1: Colaboração

Entendemos e estudamos as experiências do viajante, bem como as necessidades da empresa.

Princípio 2: Co-criação

Trabalhamos com parceiros, fornecedores e clientes em um conceito de co-criação, em que em conjunto conseguimos apontar melhorias nos processos.

Princípio 3: Experimentação

Por meio de testes, construímos juntos de nossos clientes uma maior compreensão dos processos. Com isso, refinamos as soluções através de experiências reais!

Princípio 4: Confiança

Criamos relações de confiança com fornecedores, companhias aéreas, viajantes, em busca da melhor relação custo benefício.

Melhor experiência do usuário em viagens com a Costa Brava

Toda essa metodologia, citada por Fábio e aplicada em nossos serviços, tem como objetivo melhorar a experiência do usuário que viaja a negócios.

Todos os detalhes são pensados com foco no ser humano, por isso, a Costa Brava oferece a melhor gestão de viagens corporativas.

Quer ver só? Acesse nosso site e fale com nossos gestores!