Viagem Espiritual para Índia - Saiba Mais sobre essa experiência!
0300 10000 40 [email protected]

Turismo

Jornada Espiritual Índia 2018 – por Marina Schwartzmann

Leia em

Facebook
Twitter
Linkedin
Tumblr
E-mail
Leia em Jornada Espiritual Índia 2018 – por Marina Schwartzmann

UMA JORNADA ESPIRITUAL

POR MARINA SCHWARTZMANN

A Índia é o país dos contrastes, das cores, da ancestralidade. Das buzinas enlouquecedoras e dos silêncios mais profundos. De tesouros Reais e ocultos. De histórias tão antigas, quanto a história do mundo. É o país da miséria e da misericórdia. Dos deuses, das castas, das religiões.

Para mim, é lá que os olhos têm mais brilho e onde a vida tem razão de Ser.

A Índia é única e eu quero contar um pouquinho para você sobre a minha experiência nesse país. A Índia apareceu para mim quando tudo na minha vida parecia desmoronar.

Desilusão profissional, término de relacionamento, mudança de cidade, avô internado, tudo parecia um caos, mas na verdade, eu estava vivendo um grande (re)começo e não sabia (ainda!).

Foi no meio desse turbilhão de coisas que uma amiga me levou para uma aula de yoga e os benefícios da prática foram tão fortes, tão intensos, que eu comecei a ir todos os dias. Mas curiosa que sou (e racional) eu não sosseguei até me matricular num curso de formação. E foi aí que a Índia invadiu meu coração e se tornou o meu Destino.

Como muitos antes de mim, eu caí no amor com as cores e o caos da Índia. Repleta de mistérios, mitologia, varrida pelo tempo, é sem dúvida um lugar único no mundo e todos, uma vez na vida, deveriam visitar este país.

Já no aeroporto em Delhi você percebe que chegou na Índia. O carpete vermelho, tão antigo, quanto típico não deixa margem para dúvidas. Mas caso você ainda não tenha se situado, ao chegar no saguão principal, será surpreendido com uma forma inesperada de Boas-Vindas. A chegada ali é emocionante. Os 9 mudras (gestos com as mãos) de mais de dois metros de altura estão ali representando um pouco do que te aguarda: proteção e benção, caridade, alegria, força da vida, a doçura, estética e muito mais.Por mais que eu não devesse criar nenhuma expectativa, eu já havia criado e muitas. Sonhava com essa viagem há tempos, mas tudo que vivi naquele país foi muito além. Durante 20 dias visitamos mais de 6 cidades e cada uma delas tem uma característica única, marcante que a faz ser absolutamente imperdível.

O tamanho do país, a antiguidade da cultura, a magnificência da arquitetura, a diversidade de paisagem, a exuberância das roupas, dos festivais, a piedade das pessoas: tudo sobre a Índia deve ser descrito com superlativos, incluindo a experiência de viagem.

Todo viajante terá os seus próprios motivos para visitar a Índia.

Alguns procuram aventura, outros vão pela fé, cultura e história. Os amantes da culinária se perdem na variedade de especiarias, enquanto os adeptos do luxo se fascinam nos melhores hotéis do mundo e quem busca compras encontra ali um paraíso perdido de pedras preciosas, budas, deuses, tecidos, jóias e muito mais.

 

Eu fui atraída para lá por tudo isso, mas principalmente pela Espiritualidade. Pela forma de vida desses anciões do mundo. Queria aprender a viver melhor. Queria me tornar uma pessoa melhor. E acredite ou não eu aprendi. As respostas que eu buscava foram aparecendo dia a dia como sinais enviados pelo universo diretamente para mim.

E foi assim para todos que compartilharam essa viagem comigo. Não foi exclusividade minha. É a Índia. Ela tem esse poder, essa força transformadora. Não sei se vem dos rios, dos himalaias, das pessoas, dos deuses, e sinceramente, já não quero mais saber. Hoje aprendi a sentir. E percebi que as coisas mais significativas da vida não se explicam, não têm lógica, não podem ser colocadas em palavras ou em números. Elas precisam ser vividas, experenciadas, e então, tudo passa a ter sentido, ainda que o sentido seja justamente a falta de sentido, o mistério, o inexplicável.

Talvez tenha sido o mergulho no Ganges e quando me deixei ser levada pelo fluxo de suas águas sagradas;

Talvez tenha sido a alegria das cores das tintas no dia do Holi Festival;

Talvez tenha sido o impacto no meu coração ao ver o Taj Mahal pela primeira vez;

Ou quem sabe foi o efeito de purificação através do fogo na cerimônia de Aarti (amor para Deus) em Haridwar;

Ou então foram as aulas de Yoga que fizemos durante o Festival Internacional no Parmanath Niketan em Rishikesh;

Ou foi o lento e inesquecível nascer do sol no barco em Varanasi ao lado dos rituais de cremação;

Talvez tenha sido o caos das ruas ou o tempero das comidas;

Ou a força criadora do deus Brama ou o poder de destruição de Shiva queimando ilusões e crenças limitantes;

Ou quem sabe foi Ganhesha, removendo obstáculos em minha vida.

Seja como for hoje tudo está mais belo, mais claro, mais vivo. Tudo tem mais cores, mais brilho, mais valor.

 

 

Definitivamente não há nenhum lugar no mundo como a Índia e não é à toa a sua fama de “Incredible India”. Ela é realmente inacreditável e se você se deixar fluir como as águas do “Ganges”, sem apegos, sem julgamentos, sem medos, sem idéias pré-concebidas; Se você abrir seus olhos e principalmente o seu coração; Se você se permitir sentir o que vibra dentro de você e experimentar essa Jornada, você pode se encontrar mudado para sempre e como eu, querendo voltar mais uma e outra vez.

As vagas para a Jornada Índia 2019 estão abertas. Se sentir o chamado, nos deixe saber.

Que tal participar comigo da próxima Jornada em 2019? É só preencher o formulário no link abaixo que entraremos em contato para contar as novidades: http://conteudo.costabrava.com.br/jornada-espiritual-india

 

 









Assine Nossa Newsletter

Comentários

Login Reserve

Acesso Argo